Vida e família

Obras em casa: 4 coisas a saber

Para quem tem uma habitação, é possível que faça obras em casa. Estas são 4 coisas que deve saber antes de começar a partir paredes.

Autor Externo Autor Externo , 6 Março 2020

Para quem tem uma habitação própria e permanente, por vezes há a necessidade com o passar dos anos de efectuar algumas obras de melhoria em casa. 

As obras são pensadas e trabalhadas para correrem o melhor possível, mas sabemos que nem sempre tudo corre como planeado. É por isso imprescindível tomar as precauções necessárias. 

Entre as causas mais comuns de falhas no planeamento das obras na habitação, estão os prazos falhados e prejuízos ao nível patrimonial, financeiros e por vezes psicológicos por que passam os proprietários. 

Outra das grande dificuldades prende-se com encontrar a empresa certa para levar a cabo as obras, sem que estas contribuam para a derrapagem do orçamento estipulado.

Saiba então o que de fazer para que as obras não constituíam uma dor de cabeça maior do que o inicialmente previsto.

Informe-se e pesquise

Antes mesmo de avançar para a realização das obras em casa, pesquise as diversas empresas e compare orçamentos para que depois não tenha uma surpresa quando lhe apresentarem a fatura global. 

Na elaboração dos orçamentos, solicite que lhe seja discriminado todos os trabalhos que vai ter de necessitar na execução da obra, assim como todos os materiais e respetivas marcas que vão fazer parte da mesma. 

É também importante fixar os métodos do pagamentos e acordar os prazos. Um exemplo de pagamento pode ser o pagamento fraccionado: metade antes da obra começar e outra metade depois de finalizada,

Peça fatura

Apesar de ser em casa, não deixa de ser um trabalho executado na sua generalidade por profissionais do ramo da construção pelo que tratando-se de um serviço, deve pedir que lhe seja passada uma fatura com número de contribuinte.

Verifique sempre se os termos em que foram assinados as diversas fases do contrato foram cumpridos na íntegra pelo empreiteiro, sendo que antes de avançar para o pagamento e solicitação da respetiva fatura, pode pedir uma peritagem externa para que estes profissionais se certifiquem que tudo foi cumprido. 

Apenas não se esqueça de avisar o empreiteiro da obra deste pedido de verificação da parte e lembre-se que as despesas são a seu cargo. 

Ler mais: Quanto tempo devo guardar as faturas em papel?

Como agir em caso de conflito?

Pode acontecer que no final, algo tenha falhado e que por isso existam alguns focos de conflito que devem ser sanados. 

Se por acaso detectar algum defeito na obra executada, saiba que tem um ano para o comunicar, sem que o prazo de garantia da obra (normalmente de cinco anos) seja excedido. Esta comunicação deve sempre ser feita por escrito, em carta registada com aviso de receção, para que o processo fique registado.

No decorrer desta reclamação e respeitando os prazos vigentes, caso o construtor não assuma as responsabilidades pelas falhas de construção detectadas, o proprietário pode recorrer às instâncias judiciais para a resolução deste conflito. 

A ação em tribunal deve respeitar o prazo de instauração, que é de três anos a contar da data para a comunicação do defeito ou falhas encontradas. Se deixar passar este prazo, o construtor fica ilibado de qualquer responsabilidade.

Provando-se a falha por parte do construtor, e revelando -se a mesma como prejudicial para o andamento e conclusão do traçado inicial apresentado, o proprietário tem direito à correcção da mesma sem que para isso tenha de arcar com qualquer tipo de despesa. 

Pode dar-se o caso da falha ser tão grave que justifique uma construção nova e se tal não for possível o proprietário pode optar pela resolução em definitivo do contrato assinado. 

Crédito para obras

O crédito para obras é uma opção que lhe permite fazer restaurações na sua casa, de forma a reabilitá-lo e até mesmo a dar-lhe mais valor de imóvel.

Quer seja para obras pequenas ou grandes remodelações, deve fazer uma avaliação do seu orçamento familiar, bem como ver quanto dinheiro tem disponível para essas alterações. Caso necessite de um complemento, verifique a sua taxa de esforço e pode recorrer a um crédito que seja à medida das obras e da sua capacidade financeira.

Boas renovações!

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *