Utilidades

Compensa investir num Painel Solar?

Para poupar energia, vale a pena investir num painel solar? Conheça as ofertas do mercado, faça as contas e veja como pode ter retorno do investimento.

Autor Externo Autor Externo , 19 Fevereiro 2020

Um painel solar consiste num dispositivo de energia que foi criado para transformar a radiação solar recebida em energia elétrica. Esta nova forma de energia tem como fonte principal o sol, sendo por isso também conhecido como fonte de energia limpa. 

Que tipos de painéis solares existem?

Existem no mercado dois grandes grupos de painéis solares: os mais conhecidos como fotovoltaicos e os painéis térmicos.

Os painéis solares fotovoltaicos possuem na sua constituição agrupamentos de células fotovoltaicas, que ajudam a converter a energia solar e as suas radiações em energia elétrica. Estas células apresentam na sua composição silício ou arseniato de gálio, compostos químicos que conferem uma tonalidade mais escura às referidas células, para que assim a captação de energia luminosa seja feita em grande quantidade. 

As células de silício, em comparação com feitas de gálio, têm uma produção de energia ligeiramente inferior e daí o seu custo ser também mais reduzido. 

Já no que diz respeito aos painéis solares térmicos, estes são essencialmente utilizados para aquecimento solar residencial, aproveitando a energia gerada pelo sol para aquecer um determinado ambiente e divisão da casa. Os materiais envolvidos na sua composição podem ser vários, destacando-se a borracha preta uma vez que a principal função destes painéis é a acumulação de calor. 

Para além destes dois grandes grupos, existe ainda um terceiro que agrupa os painéis solares mistos que juntam os dois atrás referidos.

No entanto, possuem uma taxa de eficiência energética mais baixa usando para o seu funcionamento um sistema de circulação de água que retira alguma energia às células com o objetivo de aumentar a produção de energia elétrica, fazendo com a água utilizada no sistema seja reaproveitada para um uso diário. 

Painéis Solares Fotovoltaicos versus Painéis Solares Térmicos: diferença de preços

Caso opte por instalar um painel solar fotovoltaico, saiba que na EDP pode adquirir um destes por uma prestação de 20 euros mês, com 250W de potência. Em termos de preço para o sistema completo, que inclui o painel, a estrutura e o inversor, o custo ronda os 400 euros e que pode ir até aos 3000 euros, dependendo da potência contratada. 

Já os térmicos, podem começar nos 1000 euros e ir até aos 2500 euros, consoante a dimensão e o tipo de sistema escolhido. Aqui a despesa com a instalação também varia tendo em conta os requisitos referidos. Estes painéis têm uma garantia de durabilidade aproximada de 25 anos. 

Quais as vantagens associadas aos painéis solares?

A instalação dos painéis solares tem as suas vantagens pelo aproveitamento que fazem da energia do sol. 

Entre essas vantagens destacam-se a eliminação de custos nas fonte de energia utilizada, a instalação é de relativa facilidade e adequada a cada telhado não ocupando por isso uma grande extensão.

Estes equipamentos têm um período de vida longo e uma grande capacidade de autonomia, sem fazer ruído. O retorno do investimento feito pode ser reavido em poucos anos e pode até ter benefícios fiscais com a sua compra ou utilização.

Ler mais: Certificado Energético: o que é e como o pode obter

E quais as desvantagens? 

Em relação às desvantagens mais conhecidas elas pautam-se por desde logo o preço da generalidade dos painéis solares ser dispendiosa.

Além disso, podemos apontar como desvantagens a dependência da energia solar, a taxa de eficiência no inverno costuma ser muito baixa, os geradores são muito pouco competitivos em termos de custo e possuem uma capacidade de armazenamento energética muito reduzida. 

Consumo de Eletricidade

A aquisição de um painel solar tem de levar em consideração algumas questões, entre elas os gastos que se vai ter com a eletricidade.

caso o painel em causa seja comprado para autoconsumo, isto é, sem recorrer ao uso de baterias para o seu funcionamento, convém ter em conta que para além do aparelho, há que considerar os custos da instalação.

todas as variáveis relacionadas com a compra (instalação e escolha do tipo de painel) vai fazer toda a diferença em termos de fatura energética. o painel solar com a função de autoconsumo chega a produzir cerca de 250 W de eletricidade para consumo real, sem as referidas baterias.

Pode optar por colocar um medidor de eletricidade para que assim possa saber efetivamente quanto está a consumir de energia. 

No entanto, em termos de gastos o painel solar, tem uma capacidade de gerar poupanças consideráveis, não apenas em termos financeiros mas também em termos de poupança ambiental, uma vez que os recursos necessários para se produzir energia são mais ecológicos. 

Ler mais: Como ler a fatura da eletricidade

Retorno do Investimento

Quando se fala em retorno de investimento, há que fazer as contas e comparar o preço do equipamento e da sua instalação e a poupança no consumo de energia.

Se por exemplo adquirir um painel solar sem recurso a baterias com função de autoconsumo, por 620 euros, a 11 anos, com as poupanças geradas em termos de fatura energética, em média poderá ter retorno a partir dos 7 anos.

De realçar que este retorno terá sempre de levar em consideração a produção de energia que é feita numa boa época de verão. A energia que o painel solar produz tem de ser consumida, caso contrário o que não for consumido é oferecido à entidade produtora do painel, seja ela EDP ou outra. 

O desperdício de energia, mediante aquilo que não for efetivamente consumido, influencia o retorno do investimento.

Se mensalmente 30% da energia produzida não for consumida, o retorno referido poderá ser aparecer a partir dos 10 anos. Se ultrapassar em larga medida essa percentagem, o retorno mais que duplica. 

Conclusão, investir num painel solar pode ser uma boa solução de poupança. No entanto, pondere sempre os prós e contras e decida se este investimento faz sentido para si e para a sua carteira. 

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *