Investimento

Vantagens e desvantagens de ter um franchising?

Conheça neste artigo, quais as vantagens e desvantagens de optar pelo modelo de negócio em franchising.

Rui Aspas Rui Aspas , 11 Setembro 2019

Sempre sonhou ter o seu próprio negócio? Saiba que pode ter um negócio sem ter de começar de raiz e onde o investimento associado até pode ser benéfico com pouco capital investido. 

Adquirir um negócio em regime de franchising pode ser uma maneira mais célere de ter o seu próprio negócio, sem que para isso tenha de se lançar do zero. 

Recomenda-se que antes de entrar num processo de franchising se dirija à Associação Internacional de Franchises para estar a par de todas as burocracias inerentes a este processo. 

O modelo de negócio em regime de franchising, tal como todos os negócios, tem vantagens e desvantagens, pelo que antes de se iniciar neste mundo, deverá ponderá-las muito bem.

Leia ainda: Iniciar um negócio: financiamento ou investimento?

Quais são as principais vantagens de abrir um franchising?

Credibilidade da marca 

O principiar de um negócio, associando-se a uma marca já com historial e credibilidade no mercado, é uma grande vantagem em comparação a criar um negócio de raiz. 

Ao criar um negócio do zero, uma grande parte do trabalho que vai ter de desenvolver passa sobretudo pela conquista de clientes e notoriedade da marca.

Se optar por uma marca que já existe no mercado e com a qual se identifica, pode pesquisar se a mesma possui uma possibilidade de franchise, aproveitando desde logo muito do trabalho que teria de ter se tivesse de lançar um negócio de raiz. 

Para além disso, ao optar pelo regime de franchising de uma determinada marca, pode tirar partido da vantagem competitiva pelo facto dos produtos e serviços da mesma já terem passado pelo crivo do mercado. 

Apoio da marca no desenvolvimento do processo 

O sucesso de um franchisado, utilizando um modelo de negócio já adaptado ao mercado, é largamente maior do que alguém que abre um negócio de forma totalmente independente. 

Isto acontece porque a marca já possui a sua rede de distribuição e aplicou os seus produtos e serviços a teste dos clientes. No processo de franchising, o franchisado recebe orientação em todo ele assim como instruções da empresa mãe, uma vez que é do interesse desta que o bom nome da marca prevaleça. 

Orientação de um plano de negócios 

Quem pretende ter um negócio próprio não tem, na maior parte das vezes, nem tempo nem os conhecimentos necessários para a elaboração de um plano de negócios. 

Num modelo de franchising, o franchisado pode contar com o apoio, experiência e competência do elemento franchisador para que o negócio expanda, tendo como ponto forte positivo associado um menor risco financeiro. 

Leia ainda: Como usar a poupança para lançar o seu próprio negócio

Aproveitamento da economia de escala 

Um negócio em regime de franchising apresenta uma maior segurança para quem opta por este modelo de negócio, pois o mesmo encontra-se integrado numa rede empresarial, que traz vantagens a todos os empresários que dela fazem parte. 

Em alguns modelos, pode contar com formação exclusiva e de forma contínua, acesso a produtos em primeira mão, condições mais favoráveis na negociação com os fornecedores. 

E as desvantagens?

Tal como em qualquer tipo de modelo de negócio, este pode também ter desvantagens, tais como:

Autonomia e flexibilidade limitadas 

Quem pretender ter um negócio em regime de franchising, deverá saber à partida que pouca autonomia terá. 

O modelo está devidamente formatado e implementado, pelo que o franchisado terá de seguir o mesmo, com as normas e regras que forem determinadas pela entidade franchisadora. O poder de decisão de um empresário que detém um modelo de franchising fica mais reduzido, especialmente no que diz respeito aos produtos que pode colocar no mercado assim como os preços a praticar. 

Custos e despesas extra 

É certo que ter um negócio de raiz tem os seus custos, mas optar por um negócio em regime de franchising também. 

Para se associar a uma marca em regime de franchising, em alguns casos, existe uma taxa de direitos de entrada que terá de pagar, uma mensalidade pelo uso da marca (os denominados royalties), e ainda a taxa de publicidade associada ao conceito. Por isso, analise muito bem estes custos em relação à marca escolhida. 

Desempenho menos bom de outros franchisados 

O lado menos positivo da implementação de uma marca em regime de franchising tem a ver com a possibilidade de já terem existido outros franchisados de uma mesma marca, cujo desempenho foi negativo. Pode acontecer que, o mau desempenho de outros, possa afectar a imagem da marca no geral. 

Se pretende abrir um negócio de franchising, considere as vantagens e desvantagens e tome uma decisão consciente para poder manter o seu orçamento familiar equilibrado

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *