Finanças pessoais

Literacia Financeira em cinco atos

A literacia financeira é meio caminho para se ter uma vida equilibrada economicamente e com margem para a poupança e investimento.

Autor Externo Autor Externo , 29 Fevereiro 2020

Boas bases de literacia financeira ajudam na definição dos objetivos de vida relacionados com a poupança e investimento. 

Nunca é demais lembrar que a aposta no desenvolvimento da literacia financeira contribui para que a relação com o dinheiro seja mais saudável, equilibrada e rentável.

Leia ainda: Como o Programa Nacional de Formação Financeira contribui para a Literacia Financeira

Se colocarmos em prática algumas valiosas lições da educação financeira e se tivermos exemplos próximos, de boa gestão e organização do dinheiro, podemos facilmente ter uma vida financeira mais desafogada. 

Neste artigo, vamos explicar em cinco atos como pode reorganizar a sua vida financeira sem que para isso se tenha de privar de grande coisa. 

1. Não gastar mais do que ganha

Esta é a lição número um de qualquer manual de finanças pessoais. E está diretamente relacionada com o padrão de vida que quer levar. 

Ter um padrão de vida menor do que o expectável não significa que se tem de privar das melhores coisas da vida. Trata-se, no entanto, de otimizar melhor os recursos disponíveis. 

Por exemplo: se você ganhar dez, invista uma percentagem destes dez e viva como se ganhasse apenas oito. Ou seja, dedique uma pequena parte do que ganha à poupança e investimento. 

2. Definir metas

Com certeza que tem sonhos e objetivos mas tem isso bem definido por metas e prazos? 

Poupar e investir sem ter um plano ou meta para atingir, dificilmente traz resultados.

Defina tudo muito bem, de forma mensurável e realista para que a poupança e investimento façam sentido. 

3. Dar o exemplo

Consuma de uma forma responsável e consciente dando um bom exemplo para quem está ao seu redor, principalmente se entre essas pessoas estiverem os seus descendentes. 

Não entre em euforias consumistas e comerciais que apenas lhe vão trazer dissabores. 

Leia também: A Literacia Financeira Infantil: porque dar mesada aos meus filhos?

4. Investir e diversificar

Invista com frequência e destine uma parte do dinheiro para um fundo de reserva. 

Na prática, este ato está ligado com os conceitos da poupança e investimento: faça por manter sempre lado a lado estes mecanismos pois ao poupar de um lado, está a rentabilizar do outro. 

Não se fique por uma aplicação e caso tenha essa possibilidade, diversifique a plataforma de investimentos. 

5. Doar e Agradecer

Sim, pode parecer um pouco fora de mão, mas a verdade é que ao doarmos coisas que não precisamos e agradecer pelo que temos, estamos a gerar uma onda de prosperidade. Mais do que isso: estamos a ganhar consciência daquilo que realmente precisamos.

Desde doar alimentos até roupa, o importante é estar sempre disponível para ajudar quem mais precisa e incutir esses bons exemplos. 

Pode não acreditar mas de cada vez que doa algo e agradece está a aprimorar as suas capacidades de conseguir atingir os objetivos propostos. 

Colocar a literacia financeira em prática é muito simples e uma questão de hábito. 

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *